Maternidade

Sobre a chupeta

 

sobre a chupeta

Existe uma certa polêmica em torno da tão famosa chupeta. Muitas mamães têm dúvidas se devem ou não oferecê-la ao seu bebê.

Eu vou contar aqui a minha experiência sobre a chupeta e vocês tiram as conclusões que preferirem, espero que ajude um pouco.

Eu chupei chupeta quando era criança, até mais ou menos uns cinco ou seis anos, lembro que larguei ao entrar na escola. Falei que a partir do meu aniversário não chuparia mais chupeta, mas escondi uma em um velho baú na intenção de pegar quando tivesse vontade… hehehe… Só que não deu certo pois quando fui reencontrar minha querida chupeta, ela tinha sumido. Daí em diante nunca mais voltei a chupar aquela borrachinha que gostava tanto.

Eu era mesmo viciada em chupeta, andava com umas quatro penduradas no pescoço, e aí se alguém falasse que eu era muito grande pra chupar chupeta, ou que aquilo era feio… ficava com ódio mortal daquela pessoa pro resto da vida!

Mas a verdade é que sim, a chupeta trouxe consequências, até hoje falo errado, por falar sempre com a chupeta na boca hoje minha dicção é de alguém que usa aparelho, ou tem a língua presa, sendo que nenhum dos dois é o meu caso.

Quando minha filha nasceu decidi que não daria chupeta, e meu marido também era contra. Até porque atrapalha a amamentação, é fato! Minha prima parou de mamar por fazer confusão de bicos, então sei que realmente pode acontecer.

Minha sogra tentou dar chupeta para minha filha, assim como mamadeira, mas ela nunca aceitou. Eu era mãe de primeira viagem e não sabia me impor perante as mulheres mais velhas, sorte que minha filha era mais esperta que eu!

Muitas vezes a chupeta é um alívio, ajuda a criança a se afastar da mãe fazendo as vezes de objeto transicional (como um ursinho ou um paninho), faz a criança parar de chorar, dorme sozinha com a chupeta… Mas acredito que os custos são maiores do que as vantagens.

Enfim, essa foi minha experiência com a chupeta. Fui uma criança que chupou chupeta ( e muito!), e cheguei a conclusão que não foi bom pra mim, e portanto não quis fazer o mesmo com a minha filha. Cada um sabe o que é melhor para si e para seus filhos, sem julgamentos e com todo respeito. Qual é a opinião de vocês?

 

Anúncios

5 comentários em “Sobre a chupeta

  1. Não sou uma entendedora do assunto mas acho que o uso do aparelho está mais relacionado com a genética. Mas no meu caso a dicção ficou péssima por causa da chupeta, que chupei por muuuito tempo! Acredito que as crianças de hoje são mais espertas hehehehe… bjks

    Curtido por 1 pessoa

  2. Concordo com vc. Eu chupei chupeta por muito tempo e me prejudicou. Mas em relação a amamentação realmente existe a possibilidade de desmame precoce, não em todos os casos, mas pode acontecer. bjks

    Curtir

  3. Eu não usei chupeta mas precisei usar aparelho toda minha adolescência! Minha filha quando nasceu chorava muito, muuuito mesmo. E eu mãe solteira foi muito difícil no começo, e eu tentei dar a chupeta para tentar acalma-lá um pouco. Mas não adiantou, eu colocava a chupeta e ela cuspia longe! Mas mamou bastante! Muito! O tempo todo! Toda hora! Kkkkk

    Curtido por 1 pessoa

  4. o maior problema relacionado à chupeta é quando passa do período considerado “normal” para a criança. até uns 2-3 anos de idade ela serve como um conforto também, sem causar tantos danos. Claro que dependendo da quantidade de tempo que ela faz o habito de sucção pode ser mais ou menos grave! 🙂

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s